Zaira Turchi assume Diretoria de Cooperação Institucional do CNPq

zaira cnpq com evaldo

Prof. Evaldo dá posse à Profª Zaira, que assume a DIretoria de Cooperação Institucional do CNPq

O presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Evaldo Vilela, deu posse, esta semana, à nova diretora de Cooperação Institucional (DCOI), Maria Zaira Turchi. Professora Titular da Universidade Federal de Goiás (UFG) e ex-presidente do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Zaira Turchi estava à frente, até então, do Departamento de Infraestrutura de Pesquisa e Formação e Educação em Ciências do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

“Me sinto muito honrada por assumir esse desafio em uma instituição responsável por levar a ciência brasileira pro patamar de excelência que hoje ela ocupa, tendo papel decisivo no desenvolvimento cientifico e tecnológico do pais”, afirmou a Profª Zaira após assinar o termo de posse, na segunda-feira, 13. E reforçou que os desafios são muitos, principalmente em um momento de novos contextos mundiais. “Esses novos contextos exigem novos caminhos para que possamos fazer da ciência uma ferramenta de promoção do desenvolvimento do país, da qualidade de vida dos cidadãos e de oportunidades”, afirmou.

Zaira ressalta a parceria com Evaldo Vilela, com quem já trabalhou no Confap, apontando a experiência do presidente do CNPq como gestor, pesquisador e professor: “O Prof. Evaldo conhece amplamente o sistema e fazer parte da equipe dele me estimula e me dá muito entusiasmo. Agradeço a ele e ao ministro Marcos Pontes pela oportunidade de colaborar com o CNPq”. A diretora afirmou que a experiência no Ministério proporcionou um aprendizado muito rico da dinâmica da gestão que contribuirá para dar continuidade e consolidar as ações relevantes.

Além disso, a Profª Zaira ressaltou a qualificação do corpo técnico do CNPq, que já conhecia como pesquisadora e gestora. “Agora é a oportunidade conhecer por dentro e mais de perto os servidores, que eu sei que são excelentes e estão juntos nessa nossa causa, que é a ciência brasileira e o desenvolvimento do país a partir do conhecimento cientifico e da educação, o que me mobiliza e me entusiasma”, finalizou.

Parcerias

A DCOI é a diretoria que coordena iniciativas desenvolvidas a partir de parcerias institucionais em cooperação nacional e internacional. Estão sob o gerenciamento dessa diretoria, programas como o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT), Mestrado e Doutorado Acadêmico para Inovação (MAI/DAI) e as bolsas institucionais de iniciação científica, mestrado e doutorado, entre outras ações.

A Profª Zaira pontuou a importância dessas parcerias para a ciência brasileira e a necessidade de ampliar e aprofundar o diálogo com a comunidade cientifica, as universidades, as FAPs e todas as instituições que compõem o sistema de ciência e tecnologia, que operam nos estados programas em conjunto com o CNPq. “Ampliar as parcerias fortalece o sistema para que as ações consigam responder mais efetivamente às diferenças regionais desse país continental e tragam qualidade de vida e oportunidade para as pessoas”, completou. “Precisamos encontrar possibilidades que não só aprimorem a capacidade do CNPq de apoiar a ciência brasileira mas que, também, leve o desenvolvimento cientifico e tecnológico para todas as regiões do país”, finalizou.

Segundo a diretora, o CNPq tem um papel de liderança nesse diálogo nacional, incluindo também, o setor empresarial, e a cooperação internacional. “Temos importantes parceiros que possibilitam que nossa ciência esteja em dialogo internacional com grupos de excelência, na fronteira do conhecimento e isso é muito relevante”, apontou.

Biografia

Maria Zaira Turchi é graduada em Letras – Português/Inglês pela Universidade Federal de Goiás e Doutora em Letras pela PUC/RS com Doutorado Sanduíche no Centre de Recherches Sur L’Imaginaire, Universidade de Grenoble/França. Professora Titular da Universidade Federal de Goiás, tendo exercido as funções de Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Letras e Lingüística; Coordenadora Geral da Pós-Graduação/ Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação/UFG; Diretora da Faculdade de Letras/UFG; Editora da Revista Signótica da Faculdade de Letras/UFG. Foi Vice-Presidente da ANPOLL – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Letras e Lingüística. Foi membro do Conselho Estadual de Educação de Goiás. Possui artigos em periódicos especializados em teoria e crítica literária, é autora de livros, dentre os quais Literatura e antropologia do imaginário, em 2003, pela Editora da UnB (Finalista do Prêmio Jabuti/2004 na categoria Crítica) e Leitor formado, leitor em formação: leitura literária em questão, pela Cultura Acadêmica, em 2006 (Prêmio Altamente recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ/seção brasileira do IBBY/ UNESCO). Foi presidente da FAPEG – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Gáois, presidente do CONFAP – Conselho Nacional da Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa. Foi membro do Conselho Deliberativo do CNPq, do Conselho Consultivo da Finep, e do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia – CCT e, mais recentemente, foi diretora do Departamento de Infraestrutura de Pesquisa e Formação e Educação em Ciências do MCTI.

Fonte: CNPq

Posted in Notícias, Notícias CT&I.