Vanderlei Cassiano Lopes é o novo Diretor de Programas e Monitoramento da Fapeg

Vanderlei Cassiano - Diretor FapegO gestor de finanças e controle Vanderlei Cassiano Lopes assumiu a Diretoria de Programas e Monitoramento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), diretoria que, com a promulgação da reforma administrativa do Estado, substituiu a antiga diretoria técnica da Fundação. Seu ato de nomeação foi publicado no Diário Oficial do Estado em 28 de junho de 2019.

O novo diretor assume o compromisso de acompanhar a execução dos programas lançados pela Fundação, ou por ela apoiados, assim como os acordos nos quais figura como parte, formalizados seja com os órgãos federais de apoio à pesquisa, tecnologia e inovação, seja com instituições de ensino superior (IES) ou de ciência, tecnologia e inovação (ICTI), ou formalizados com outros entes de direito público ou privado, nacionais e internacionais. O diretor será responsável pelo levantamento de indicadores, a serem verificados durante a execução dos programas, e face aos seus resultados. Para o alcance de seus objetivos, integram a Diretoria duas gerências: Gerência de Operações de Fomento e Gerência de Avaliação e Monitoramento.

Vanderlei Cassiano tem entre seus compromissos atuar coordenadamente com a Diretoria Científica e de Inovação, com a Diretoria de Gestão Integrada e com a Presidência, de modo a favorecer o alcance de uma maior governança aos gestores responsáveis por guiar as ações da Fundação, o que virá como consequência das estratégias de monitoramento a serem adotadas junto a todos os acordos, programas e projetos apoiados, buscando-se analisar sua eficiência por meio de indicadores.

Currículo
Vanderlei Cassiano Lopes é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Goiás (2000), com doutorado em Ciências da Informação, pela Universidade de Montpellier, França (2016), tendo sido apoiado pelo CNPq, como bolsista de doutorado pleno no exterior (GDE). Integra, como pesquisador, o laboratório CORHIS (Communication, Ressources Humaines et Intervention Sociale), desde 2016. Sua tese de doutoramento abordou a caracterização normativa do Programa Telessaúde Brasil, do Ministério da Saúde, face às recomendações de organismos internacionais atuantes nesse campo. Tal temática ensejou a convalidação do diploma pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, programa que atualmente conta com nota 6, atribuída pela Capes. Vanderlei também é advogado e especialista em Parcerias e Concessões com a Administração Pública, pela Escola de Governo Henrique Santillo (2018). Tem experiência no campo da gestão pública e políticas públicas, políticas de fomento à cultura, fomento à pesquisa, desenvolvimento e inovação, com interesse em temas ligados ao direito administrativo, direito internacional, recepção de tratados internacionais pelo ordenamento brasileiro, parcerias da administração pública com a iniciativa privada, formalização de acordos com a administração pública.

Vanderlei pertence, desde 2002, à carreira dos gestores governamentais, especificamente à carreira de Gestor de Finanças e Controle, cargo ligado à Controladoria-Geral do Estado (CGE). No final de 2016 foi aprovado em processo interno de seleção de gerentes, promovido pelo Governo do Estado, passando a assumir a Gerência Científica da FAPEG, no período 2017-2018. Nos dois anos em que esteve à frente da gerência, coordenou a elaboração, lançamento e seleção de mais de trinta editais, atuando também na estruturação e formalização de diversos acordos, termos de cooperação, convênios e outros ajustes, realizados pela FAPEG no período. No segundo semestre de 2018, foi um dos responsáveis pelo estudo e elaboração, e redação de exposição de motivos, da minuta do decreto de regulamentação da lei de inovação do estado, Lei n° 16.922/2010, o marco legal da ciência, tecnologia e inovação em Goiás, que aguarda avaliação final pelo atual governo, para sua publicação.

Assessoria de Comunicação Social da Fapeg

Posted in Notícias, Notícias FAPEG.