Série documental aborda tema drogas de forma diferente

Print Friendly, PDF & Email

Segundo a ONU, quase 30 milhões de pessoas têm transtornos graves pelo consumo regular de drogas. Por conta disso, diversas instituições realizam campanhas de prevenção ao uso indevido dessas substâncias, sendo a maioria delas voltada a adolescentes e jovens. No entanto, mesmo com todos os esforços, o que mais contribui para esse número ainda é a falta de informação. Atenta a essa realidade, a Universidade Federal de Goiás (UFG) produziu uma série de cinco curtas-metragens com uma abordagem diferente sobre o uso abusivo de drogas. Os vídeos estão disponíveis gratuitamente na internet.

A professora do Instituto de Ciências Biológicas, idealizadora do projeto, Renata Mazaro, explica que os vídeos não estão focados apenas no lema “não use drogas”, como a maior parte dos documentários desse tipo. Segundo ela, de forma diferente, eles explicam o que é a droga, incluindo as lícitas – álcool e cigarro -, como ela age no corpo, por que ela dá prazer e, principalmente, quais são as consequências do uso e de se perder o controle, chegando à dependência. “Tem um momento muito forte com depoimento dos pais de um jovem morto no tráfico”, destacou.

O projeto denominado Accumbens – entre o prazer e a dependência já foi apresentado para alunos do 6º ao 9º ano do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação da UFG. Para Renata Mazaro, as produções abrem caminhos para a discussão sobre abuso de drogas na escola. Ela destaca também o diferencial da trilha sonora dos filmes, personalizada pela Escola de Música e Artes Cênicas da UFG: “É um trabalho construído por diversas mãos e mentes”. Os vídeos foram produzidos em parceira com o Laboratório de Tecnologia da Informação e Mídias Educacionais da UFG e com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás e do Ministério da Educação.

Os vídeos estão disponibilizados pelo link do YouTube do grupo PETBiologia ICB.

Fonte : Assessoria de Comunicação da UFG

Posted in Notícias, Notícias CT&I.