Projeto de reutilização de resíduo mineral beneficia Pirenópolis

Fapeg e UFG Catalão realizam estudo para reaproveitamento de sedimentos de quartzito

Nesta sexta-feira (11), o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Robson Vieira, recebeu o prefeito de Pirenópolis, João Batista Cabral. O chefe do executivo solicitou apoio para o desenvolvimento de projeto técnico para reutilização de resíduo de quartzito, minério extraído no município.

João Batista propôs a realização de um estudo para verificar a viabilidade de se utilizar sedimentos de quartzito no processo de pavimentação asfáltica e construção civil. Robson Vieira firmou compromisso com o projeto, que será desenvolvido em parceria com a Universidade Federal de Goiás Regional Catalão.

A proposta do presidente da Fapeg é que as instituições realizem o estudo e entreguem ao município um projeto com alternativas sustentáveis e eficientes de reutilização do resíduo do quartzito.
O presidente da Associação de Mineradores de Pirenópolis, Walmir Ferreira Júnior, o diretor Científico e de Inovação da Fapeg, Marcos Arriel, e o chefe de gabinete da Fundação, Marlon Teixeira, também participaram da reunião.

Assessoria de Comunicação Social da Fapeg

 

Projeto de reutilização de resíduo mineral beneficia Pirenópolis

Extração de quartzito tem alta representatividade para a economia do município de Pirenópolis. Foto: Os Rupias/Flickr

Posted in Notícias, Notícias FAPEG and tagged , , , .