Produtores discutem cadeia produtiva do açafrão durante Workshop em Mara Rosa

Print Friendly, PDF & Email
workshop do açafrão em mara rosa

Foto: Emater/Divulgação

Cerca de 100 pessoas participaram do I Workshop de Qualificação da Cadeia Produtiva do Açafrão para Utilização do Selo de Indicação Geográfica (Selo IG), realizado na última terça-feira (10), em Mara Rosa (GO). A atividade foi promovida pela Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) em parceria com entidades do setor público e privado.

De acordo com a pesquisadora do convênio Emater – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) e organizadora do evento, Beatriz da Silveira Pinheiro, o evento teve como objetivo orientar os envolvidos na cadeia produtiva sobre o uso do Selo IG concedido pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) ao açafrão de Mara Rosa.

Para a pesquisadora “houve muita participação das pessoas em todos os momentos e os grupos de trabalho deram uma importante contribuição, caracterizando e priorizando as demandas, que serão oportunamente levadas aos setores competentes”.

O presidente da Emater, Pedro Arraes, também participou da atividade. Para ele, “organizar os produtores em torno da cooperativa e trabalhar um sistema de produção voltado para o Selo IG pode ser um grande fator para o desenvolvimento de renda”.

O Workshop também faz parte do projeto de pesquisa de Qualificação da Cadeia Produtiva do Açafrão para Utilização do Selo de Indicação Geográfica conduzido pela parceria Emater-Fapeg.

Palestras e grupos de trabalhos

O evento foi dividido em duas etapas. Na parte da manhã, quatro palestras abordaram temas como a utilização do Selo IG e os desafios da implantação, organização, produção e processamento. As atividades foram discutidas por representantes do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Emater e pelo Presidente da Sun Foods, Kenji Narumiya .

Já à tarde, os participantes foram organizados em três grupos de trabalhos para levantar as demandas relacionadas ao cooperativismo, a pesquisa e extensão e as políticas públicas. No final da atividade, o palestrante e supervisor de Organização Rural da Emater, José Araújo de Oliveira, apresentou uma síntese das questões levantadas por cada grupo.

De acordo com o servidor, alguns dos pontos apresentados pelos grupos foram a necessidade de identificar políticas públicas nas quais os produtores podem ser inseridos e de cursos de capacitação na área, além de um cooperativismo mais atuante. Ainda segundo Oliveira, outra questão apontada foi a necessidade de aperfeiçoar as práticas de produção e processamento para aumento da qualidade e fidelização do mercado.

Participantes

Além do presidente da Emater, também participaram do evento, o diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e a diretora de Pesquisa Agropecuária da Agência, Marcos Arruda e Maria José del Peloso, respectivamente. O prefeito de Mara Rosa, Flávio Batista de Sousa, o Secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Wuelitom Silvério do Vale, vereadores e produtores rurais estiverem presentes no Workshop. A coordenadora da Unidade Regional Serra da Mesa da Emater, Millena Rejane também esteve presente na atividade.

Parceiras

O Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Secretaria de Desenvolvimento (SED), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) e a prefeitura de Mara Rosa foram parceiros da atividade. Também apoiaram o evento, a Câmara Municipal de Vereadores, o Banco do Brasil, a Cooperativa de Produtores do Açafrão de Mara Rosa, a Sun Foods, a Governança do Arranjo Produtivo Local (APL) do Açafrão, o Conselho Regulador da Indicação Geográfica, a Associação dos Pequenos Produtores Rurais e o Sindicato Rural de Mara Rosa, além de produtores e comerciantes.

Selo IG

Açafrão Mara Rosa

Foto: Emater/Divulgação

O Selo de Indicação Geográfica (IG) tem como objetivo identificar produtos uma determinada região e suas características específicas. A certificação é concedida pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Fonte: Gerência de Comunicação para Inovação – Emater

Posted in Notícias, Notícias FAPEG.