Presidente da Fapeg participa da solenidade de assinatura da Declaração de Belém

Print Friendly

Autoridades presentes em Lisboa, Portugal, para assinatura da Declaração de Belém. Foto: Divulgação.

A presidente do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Maria Zaira Turchi, e o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Sergio Gargioni, participaram nesta quinta-feira, dia 13 de julho, da solenidade que marcou a assinatura da Declaração de Belém para Pesquisas no Oceano Atlântico e Cooperação em Inovação (The Belém Statement on Atlantic Research and Innovation Cooperation), realizada na Torre de Belém, em Lisboa, Portugal. O documento de intenções foi assinado pelo comissário europeu para Pesquisa, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, pelo ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, e pela ministra de Ciência e Tecnologia da África do Sul, Naledi Pandor.

O documento busca integrar atividades de pesquisa entre os países banhados pelo Oceano Atlântico, de modo a conhecer melhor e aprofundar o conhecimento científico ligado aos ecossistemas marinhos; às relações entre oceanos e mudanças climáticas; à produção de alimentos provenientes do mar; e, também, sobre sistemas de energia provenientes dos oceanos. A cooperação busca entender, ainda, as dinâmicas do Oceano Atlântico com os Sistemas de Circulação interconectados com o Ártico e a Antártida.

A Declaração de Belém deverá construir objetivos bilaterais, nomeados como Declaração de Intenções em Pesquisa Marinha e Cooperação em Inovação com Brasil e África do Sul (Declarations of Intent on Marine Research and Innovation Cooperation with Brazil and South Africa), e o desenvolvimento do Contexto Sul-Sul para Cooperação Técnica e Científica no Atlântico Sul, Tropical e Austral.

Presidente da Fapesc, Sergio Gargioni, presidente do Confap e da Fapeg, Maria Zaira Turchi, e comissário europeu, Carlos Moedas. Foto: Divulgação.

O ministro Kassab declarou que a cooperação representa um marco nas relações entre os países e fomentará o desenvolvimento científico a partir do trabalho conjunto dos pesquisadores. “Quero saudar essa parceria e afirmar a disposição do governo brasileiro e de nosso ministério em prol de uma ampla cooperação. A ciência é transversal e tem papel fundamental para sustentar nosso progresso. Vamos trabalhar juntos, somar nossos potenciais e empreender esforços em busca do conhecimento e do desenvolvimento científico”, afirmou.

Como parceiro da cooperação entre Brasil e União Europeia, o Confap esteve presente na solenidade de assinatura. Os representantes do Conselho também participam durante a semana do evento “A New Era of the Blue Enlightenment”, que promove uma extensa programação, em Lisboa, voltada à cooperação científica, tecnológica e de inovação sobre a área destacada no acordo.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social do Confap, com informações do MCTIC.

Posted in Notícias, Notícias FAPEG.