Live sobre edital de pesquisa aberto pela Fapeg dá maior transparência ao processo com esclarecimentos de dúvidas sobre a submissão de propostas

Print Friendly, PDF & Email

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) realizou na tarde dessa quinta-feira, 30, uma live sobre a Chamada Pública nº 003/2022 – Programa de Auxílio à Pesquisa Científica e Tecnológica, que prevê recursos do Governo de Goiás para fomento a pesquisas em qualquer área do conhecimento. A reunião online resultou em esclarecimentos aos pesquisadores interessados participantes da sala virtual aberta e em uma explicação minuciosa de cada parte do edital publicado.

 

A Chamada Pública nº 003/2022 – Programa de Auxílio à Pesquisa Científica, que prevê investimentos para pesquisas científicas em qualquer área do conhecimento, está na fase de submissão de projetos até o dia 22 de julho/2022, tendo sido lançada e publicada no site da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), no dia 30 de maio/2022. Para uma maior transparência e esclarecimentos gerais sobre o edital, a fundação realizou uma live no canal do YouTube da instituição (Fapeg – Fundação de Amparo à Pesquisa de Goiás), com participação de pesquisadores interessados. Durante a reunião online, que durou uma hora, dezenas de perguntas foram respondidas pelo gerente científico, Fritz Kasbaum, que conduziu os trabalhos, acompanhado pelo diretor Científico e de Inovação, Marcos Arriel. A Fapeg vai investir até R$ 4 milhões nas propostas deferidas, recursos provenientes do programa Cientistas Transformando Goiás, do Tesouro Estadual.

A chamada é uma inovação no sentido de incentivar a pesquisa orientada por missão, ou seja, as propostas devem estar, preferencialmente, alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) que objetivam erradicar a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que todas as pessoas possam desfrutar de paz e prosperidade. As propostas de pesquisa científica podem ser elaboradas em qualquer área do conhecimento e devem ser submetidas até o dia 22 de julho, às 23h59, pela plataforma OPP-Fapeg, na qual são feitas submissões de propostas de pesquisas para a fundação.

Durante a live, foram detalhadas todas as fases da chamada com orientações sobre como o pesquisador interessado deve proceder para cumprir os termos do edital e não correr riscos de inviabilizar a submissão do seu trabalho. Fritz Kasbaum explicou ainda, de forma didática, sobre o preenchimento do formulário de submissão na plataforma OPP-Fapeg. “A plataforma é bastante intuitiva, mas qualquer dúvida, mesmo após essa live e também após ler as perguntas e respostas frequentes a essa chamada, o pesquisador poderá entrar em contato pelo canal institucional de esclarecimentos da Ouvidoria Fapeg que estaremos à disposição. As respostas são bem rápidas”, explicou Kasbaum.  O canal do qual falou o gerente é o email: atendimento.fapeg@goias.gov.br.  Mais informações sobre este edital estão disponíveis no site da Fapeg (www.fapeg.gov.br), na aba editais.

A Fapeg esclareceu durante reunião online que desde 2019 adota a sistemática de avaliação por pares das propostas submetidas a fomento pela fundação, na qual os projetos passam por crivo de pesquisadores com conhecimento e experiência na temática dos projetos submetidos à avaliação. Além disso, foi explicado que, na própria plataforma de submissão, o pesquisador consegue acompanhar a evolução da proposta que ele submeteu e também, com total transparência, saber os motivos do parecer negativo, caso isso ocorra, a fim de que ele possa ter a oportunidade da interposição de recursos, caso deseje.

Posted in Notícias, Notícias FAPEG.