Governo de Goiás lança rede de internet 5G e inaugura Centro de Excelência em Agricultura em Rio Verde

O Governo marca uma nova era para as agritechs em Goiás. Nesta quinta-feira, dia 3, será lançada em Rio Verde, no Sudoeste Goiano, a rede de internet móvel com tecnologia 5G, voltada para o agronegócio que promete alavancar o agronegócio no Estado. Em caráter experimental, a rede entrará em funcionamento pela operadora Claro. A iniciativa é da Secretaria-Geral da Governadoria, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), o Instituto Federal Goiano (IF Goiano), a Huawei, a operadora Claro, Goiás Telecom, e o Centro de Inteligência Artificial (Ceia) da Universidade Federal de Goiás (UFG). O evento está marcado para as 9h30.

A estação 5G beneficiará o Centro de Excelência em Agricultura Exponencial (Ceagre), que será inaugurado na ocasião no Parque Tecnológico do IF Goiano (Fazenda Rio Verdinho). O evento contará com a presença do governador Ronaldo Caiado. Está programada uma demonstração das diversas possibilidades de aplicações da Internet das Coisas (IoT) para o agronegócio utilizando a tecnologia 5G, desenvolvidas por meio de pesquisas com inteligência artificial.

Centro de Excelência
O Centro de Excelência em Agricultura Exponencial (Ceagre) é resultado de parceria entre a Fapeg e o IF Goiano e funcionará no Polo de Inovação do Instituto Federal Goiano (IF Goiano), em Rio Verde. A proposta é fortalecer a vocação agrícola do Estado por meio de projetos de pesquisa aplicada capazes de levar tecnologias exponenciais ao campo, agregar valor aos produtos e gerar soluções de baixo custo para alcançar pequenos e médios produtores rurais utilizando e disponibilizando ferramentas como Internet das Coisas, Biotecnologia, Big Data e Inteligência Artificial.

A meta do Ceagre é tornar-se uma referência na promoção do empreendedorismo agropecuário e apresentar soluções inovadoras e precisas para a eficiência, desempenho e competitividade do agronegócio. As atividades do Ceagre tiveram início em março.

A iniciativa de criação do Ceagre partiu do Governo de Goiás, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) que vai investir R$ 15 milhões ao longo de cinco anos, e do Instituto Federal Goiano – Campus Rio Verde, que vão contar com a parceria da Prefeitura de Rio Verde, da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e do Centro de Excelência em Inteligência Artificial (Ceia) lançado no ano passado pelo Governo de Goiás, por meio da Fapeg e Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi) e o Instituto de Informática da Universidade Federal de Goiás. O Ceia e o Ceagre vão desenvolver projetos de pesquisa em conjunto.

Segundo o presidente da Fapeg, Robson Vieira, “a Fundação está entrando para potencializar a infraestrutura do parque tecnológico do IF Goiano de Rio Verde, primeira unidade Embrapii em Goiás”. Além da infraestrutura de pesquisa com laboratórios, salas e equipamentos já instalada e do quadro de profissionais existente no parque científico e tecnológico do IF Goiano, o Ceagre contará com um prédio que está sendo construído no centro da cidade de Rio Verde para o funcionamento do hub de negócios, uma espécie de vitrine para os negócios e onde acontecerão os shows cases para demonstrar os conceitos e tecnologias aplicados à agropecuária. As obras estão aceleradas com o apoio da Prefeitura de Rio Verde, que cedeu a área. Além destas duas estruturas, o Ceagre vai dispor de uma área de 400 mil hectares conectados (fazenda) que funcionará como um grande laboratório a céu aberto, onde serão validadas as tecnologias exponenciais desenvolvidas.

Desenvolvimento
O Ceagre executará, ainda, projetos estratégicos em alinhamento com a política pública do setor agropecuário desenvolvendo soluções que impactem o desenvolvimento econômico, social e tecnológico do estado de Goiás. Um grupo de pesquisa aplicada e inovação vai atuar nas demandas apresentadas pelo governo para o setor agrícola (Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Emater, Agrodefesa e Ceasa), promovendo treinamentos, aplicação de Big Data do agro, fazendo monitoramento em tempo real dos principais indicadores agroeconômicos, na transferência de tecnologia para o pequeno e médio produtor e outras demandas que possam ocorrer.

Uma outra equipe de pesquisa aplicada e inovação em Gestão de Safras e Pecuária do Ceagre vai atuar em gestão de fertilização e nutrição vegetal; gestão de correção de solo e plantio direto; gestão de colheitas e irrigação inteligente; previsão de doenças e infestação de insetos; aplicação inteligente de insumos; agricultura vertical; e previsões meteorológicas; e também na área de zootecnia.

Serviço: Lançamento da rede de internet 5G e inauguração do Centro de Excelência em Agricultura Exponencial (Ceagre), em Rio Verde
9h30 – Café da manhã
10h30 – Inauguração do Ceagre/Parque Tecnológico
11h15 – Traslado dos convidados do Parque Tecnológico até a fazenda, via ônibus
12h05 – Solenidade na fazenda
13h20 – Demonstração de use cases
14h15 – Entrevista coletiva

Local 1: Parque Tecnológico do IF Goiano (Fazenda Rio Verdinho), GO-174, na saída para Montividiu.

Local 2: Fazenda Nycolle, do produtor Cairo Arantes, no km 8 da GO-174, sentido Aparecida do Rio Doce (fazenda localizado às margens da Rodovia, do lado esquerdo).

• Devido à pandemia do novo coronavírus, o evento será restrito a convidados, sendo necessária a confirmação da presença.

Assessoria de Comunicação da Fapeg

Posted in Notícias, Notícias FAPEG.