Governo de Goiás investe R$ 1,2 mi em pesquisas contra a Covid-19

resultado seleção convocação

Projetos foram selecionados a partir de convocação publicada pela Fapeg, em parceria com Sedi e SES.

O Governo de Goiás, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa de Goiás (Fapeg), divulgou, nesta nesta quarta-feira (10), 13 selecionados na convocação de projetos de pesquisa e inovação que auxiliem no enfrentamento da pandemia do Novo Coronavírus. A iniciativa foi realizada em parceria com a  Secretaria Estadual da Saúde e Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), por meio da Subsecretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação.

As pesquisas receberão investimentos total de cerca de R$ 1,2 milhão. A convocação foi aberta entre os dias 6 e 19 de abril e contou com 72 projetos submetidos. As propostas foram apresentadas por meio de formulários disponibilizados no site da Fapeg e foram avaliadas por um comitê científico instituído pela Fundação. Entre os critérios de seleção considerados pelos avaliadores estiveram os aspectos de inovação, parcerias propostas, alcance da pesquisa e mérito científico.

Num segundo momento, os projetos recomendados pelo comitê científico foram validados pela Secretaria Estadual da Saúde para que fossem selecionados aqueles que atendessem às necessidades de Goiás. Por fim, os projetos aprovados passaram por um processo de adequação orçamentária para ajustarem ao orçamento destinado à convocação.

A convocação teve como objetivo identificar projetos em todas as áreas do conhecimento que pudessem contribuir de forma relevante para reduzir os impactos da pandemia de Covid-19 e facilitar o direcionamento de esforços e de recursos para a tomada de ações estratégicas em Goiás. 

PROJETOS APROVADOS

Estratégia Acelerada por Inteligência Artificial para Reposicionamento e Descoberta de Fármacos para Covid-19

Apresentado por Carolina Horta Andrade (UFG), estudo busca reposicionar fármacos já aprovados para uso em humanos e identificar novos candidatos a fármacos para o tratamento da Covid-19 com potencial para rápido desenvolvimento clínico. Os estudos serão realizados através de uma abordagem multidisciplinar que envolverá desenvolvimento e aplicação de ferramentas de inteligência artificial, ensaios de triagem virtual, ensaios enzimáticos e biofísicos, testes de atividade antiviral em cultura de células em laboratório de contenção biológica nível 3, caracterização estrutural dos complexos proteína-ligante, síntese e otimização de análogos, para a identificação de compostos eficazes úteis no tratamento da Covid-19.

Diagnóstico molecular rápido para Covid-19

Liderado por Gabriela Rodrigues Mendes Duarte, da Universidade Federal de Goiás (UFG), o projeto tem dois objetivos: 1) desenvolver, otimizar e validar um teste rápido em escala convencional (tubos) para o monitoramento do Covid-19 por meio de avaliação molecular de pacientes com suspeita de infecção causada pelo vírus visando o controle da pandemia no Estado de Goiás; e 2) adaptar a metodologia desenvolvida em tubos para dispositivos microfluídicos descartáveis de baixo custo que tem grande potencial para aplicações no ponto de necessidade (point-of-care).

Avaliação de Polimorfismos dos Genes ECA e ECA2 na Susceptibilidade a Manifestações mais Graves da Covid-19

Proposta apresentada por Gustavo Rodrigues Pedrino (UFG) tem como objetivo avaliar a influência de polimorfismos dos genes ECA e ECA2 sobre a susceptibilidade ao desenvolvimento de manifestações mais agressivas e letalidade por Covid-19 em uma amostra de pacientes hospitalizados da população goiana, com diagnóstico confirmado de infecção por SARS-CoV-2. O estudo propõe avaliar a aplicabilidade destes polimorfismos como ferramenta para auxiliar na tomada de decisões quanto ao uso da medicina personalizada no combate e tratamento da Covid-19.

Avaliação da infecção de células de indivíduos de diferentes faixas etárias com ou sem comorbidades pelo SARS-CoV-2 e a consequente produção de anticorpos

O estudo apresentado por Irmtraut Araci Hoffmann Pfrimer (PUC-GO) pretende identificar as diferenças na resposta imune nos indivíduos com melhor ou pior resposta à infecção (idade e presença de comorbidade). A pesquisa pretende verificar ainda possíveis alterações na expressão da proteína ACE2 podem estar relacionadas à mudanças epigenéticas, por exemplo. Assim, o trabalho poderá dar subsídios para a busca de fármacos que poderiam modular a expressão ACE2 ou mesmo modular a produção de anticorpos neutralizantes para o SARS-CoV2.

Monitoramento da circulação do novo coronavírus SARS-CoV-2 em área com adoção precoce de medidas de controle

Apresentado por João Bosco Siqueira (UFG), a pesquisa busca identificar a circulação viral e a evolução de transmissão do novo coronavírus (SARS-CoV-2) no estado de Goiás, por meio de inquéritos sorológicos sequenciais. Além disso, o estudo irá avaliar a acurácia do teste rápido a ser utilizado em comparação com metodologia padrão e produzir novos parâmetros epidemiológicos baseados na real circulação do vírus para alimentar os modelos de predição de cenários a médio prazo.

Programa de Reabilitação Pulmonar Ambulatorial e Domiciliar Covid-19

Pesquisa liderada por Luis Vicente Franco de Oliveira (Centro Universitário de Anápolis – Unievangélica) que busca verificar, por meio de um estudo clínico, prospectivo e consecutivo os efeitos de um Programa de Reabilitação Pulmonar Ambulatorial e Domiciliar voltado a pacientes com sequelas pulmonares advindas do Covid-19 e com outras doenças pulmonares crônicas nos sintomas clínicos, no nível de atividade física, no status funcional, na qualidade de vida, sobrevivência e nos custos de manutenção em saúde pelo Estado.

Diagnóstico molecular de Coronavírus (SARS-COV-2) e mapeamento do genoma viral em Goiás

Pesquisa apresentada por Mariana Pires de Campos Telles (UFG) que busca contribuir com a ampliação da oferta da testagem maciça da população goiana, disponibilizando o serviço de diagnóstico molecular de Coronavírus por PCR em tempo real, para a população no Estado. Além disso, pretende sequenciar o genoma do vírus que está circulando em Goiás, a fim de conhecer a real diversidade do patógeno e contribuir com o estabelecimento das rotas de transmissão, mantendo uma vigilância genética viral, que será importante para o entendimento da quantidade e da forma com que a doença está se espalhando no estado e em relação ao país.

SARS-CoV-2 em Goiás: Estimativa da soroprevalência na população estudada, perfil de excreção, antigenicidade, variabilidade e evolução viral

Apresentada por Menira Borges de Lima Dias e Souza (UFG) projeto tem como objetivo estimar a soroprevalência, avaliar o perfil de excreção viral em diferentes espécimes clínicos em pacientes positivos para o SARS-CoV-2 e proceder à caracterização molecular e bioinformática das amostras positivas, com ênfase em aspectos da antigenicidade e evolução viral

Avaliação do Desempenho de Testes Rápidos na Detecção Salivar do Novo Coronavírus (Covid-19)

Estudo tem como objetivo avaliar a acurácia de testes rápidos na detecção salivar de marcadores do Covid-19 para fins de diagnóstico e estudos epidemiológicos. Apresentado por Nadia do Lago Costa (UFG), a pesquisa pretende validar testes rápidos, com utilização de amostra salivar, que sejam acurados e possibilitem a identificação de indivíduos suscetíveis e doentes, que deverão ser encaminhados rapidamente para o tratamento ou demais condutas necessárias, diminuindo, assim, o risco de contaminação e acompanhamento da evolução da doença.

Produção de álcool gel 70% com polímeros de Poliglicerol como alternativa ao uso de Carbopol 940

Proposta de Nelson Roberto Antoniosi Filho (UFG) pretende desenvolver formulações de álcool gel 70% com espessantes alternativos ao Carpobol 940 com garantia da eficácia, qualidade e segurança para uso de profissionais na linha de frente das ações de combate a infecções transmissíveis e da população em geral.

Trabalho pedagógico com tecnologias digitais e móveis na rede pública de educação básica durante o período de suspensão das aulas presenciais pelo contingenciamento Covid-19

Apresentada por Rosemara Perpétua Lopes (UFG) pesquisa busca investigar o trabalho pedagógico com tecnologias digitais, móveis ou não, nas aulas não presenciais ministradas durante o período de suspensão de aulas previsto na Resolução 02/2020, do Conselho Estadual de Educação de Goiás.

Desenvolvimento de modelo preditivo de complicações clínicas em pacientes com infecção por Covid-19 baseado na presença de morbidades crônicas

Estudo busca desenvolver modelo preditivo de desfechos clínicos (internação hospitalar, necessidade de UTI e óbito) em pacientes com diagnóstico de Covid-19 com base na presença de morbidades crônicas e suas formas de agrupamento. A pesquisa é liderada por Sandro Rogério Rodrigues Batista, da Secretaria Estadual de Saúde.

Identificação de componentes imunológicos celulares e moleculares associados à Covid-19: perspectivas para estratégias terapêuticas e vacinais

Apresentada por Simone Gonçalves da Fonseca (UFG), proposta pretende avaliar o perfil de citocinas, quimiocinas e fatores de crescimento em plasma ou soro de indivíduos infectados pelo SARS-CoV-2, com diferentes formas clínicas em relação aos indivíduos controle não infectados. Estudo busca ainda: avaliar o perfil fenotípico de subpopulações de linfócitos T, linfócitos B, monócitos, e ativação celular nos indivíduos infectados pelo SARS-CoV-2 com diferentes formas clínicas em relação aos indivíduos controle não infectados;  investigar se há um perfil funcional diferencial da resposta imune antígeno-específica, dirigidas a antígenos do SARS-CoV-2 em indivíduos infectados, com diferentes formas clínicas em relação aos indivíduos controle não infectados; caracterizar os perfis transcriptômicos no sangue periférico ou em células mononucleares do sangue periférico e os perfis metabolômicos no plasma, urina ou outros fluidos corporais de indivíduos infectados e controles não infectados; e realizar a análise e integração dos dados gerados no estudo.

 

Assessoria de Comunicação – Fapeg

 

Posted in Notícias, Notícias FAPEG, Sem categoria.