Governador entrega recursos para pesquisadores e ressalta compromisso com a pesquisa científica, tecnológica e de inovação

Print Friendly

Presidente da Fapeg, Zaira Turchi, e governador de Goiás, Marconi Perillo, durante solenidade de entrega de fomento a pesquisadores. Foto: Núbia Rodrigues / Ascom Fapeg.

“A pesquisa é o caminho mais seguro, portanto, item obrigatório para sermos mais competitivos”. A afirmação é do governador de Goiás, Marconi Perillo, dita durante a solenidade de entrega de fomentos a pesquisadores contemplados em editais e convênios da Fundação de Amparo à Pesquisa de Goiás (Fapeg), nesta terça-feira, dia 09, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. Segundo o governador, Goiás está se tornando um Estado diferenciado com investimento e promoção de pesquisas científicas. “Temos certeza de que estaremos entre os cinco maiores players do Brasil nos próximos anos. A prosperidade que estamos construindo agora será fruto desse investimento em educação, pesquisa, tecnologia e inovação para preparar cidadãos para uma nova era de desenvolvimento sustentada pelo avanço científico”.

A solenidade promoveu a entrega de fomentos que somam cerca de R$ 5 milhões para pesquisadores de instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICTIs) sediadas em Goiás. Marconi também afirmou que o fortalecimento econômico e social do Estado depende da criação, inovação e invenção de pesquisadores.

A solenidade promoveu a entrega de fomentos que somam cerca de R$ 5 milhões para pesquisadores de ICTIs sediadas em Goiás. Foto: Núbia Rodrigues / Ascom Fapeg.

Para a presidente da Fapeg, Maria Zaira Turchi, os projetos contemplados são de enorme relevância e cumprem dois pontos da ação do Governo do Estado no Inova Goiás: a inovação e a internacionalização. “São projetos robustos, que agregam grandes pesquisadores de Goiás, do Brasil e do mundo. E essas ações estão diretamente ligadas ao investimento em pesquisa e desenvolvimento em áreas estratégicas para o desenvolvimento do Estado, além de estarem alinhadas com a iniciativa de internacionalização dos estudos aqui realizados, propósito do Goiás Sem Fronteiras que será promovido pelo governo, em breve”, salienta.

Pesquisas
Foram entregues recursos para projetos de pesquisadores doutores contemplados em três chamadas públicas realizadas pela Fapeg, por meio da parceria estabelecida pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) com o British Council e com os Conselhos Britânicos de Medicina (Medical Research Council – MRC) e de Biotecnologia e Ciências Biológicas (Biotechnology and Biological Sciences Research Council – BBSRC) – todos no âmbito do Fundo Newton. Também foram entregues fomentos para pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), por meio de convênio estabelecido entre Fapeg, Embrapa Arroz e Feijão, Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e Fundo para o Desenvolvimento da Pecuária em Goiás (Fundepec).

As pesquisas abrangem diversas áreas do conhecimento, incluindo agropecuária e produção de alimentos; água, saneamento e energia; expansão das fronteiras energéticas e aspectos sociais; doenças negligenciadas; e a medicina aplicada no desenvolvimento da dança.

Conheça mais sobre os projetos:

Projeto: “Caracterização e seleção genética para a eficiência alimentar em bovinos nelores avaliados no Estado de Goiás”
Entidades envolvidas: Fapeg, Embrapa Arroz e Feijão, Sudeco e Fundepec – Cooperação Técnica e Acadêmica
Valor previsto: R$ 2.271.600,00 (entre fomentos e bolsas)
O projeto visa selecionar touros da raça Nelore que possuam maior eficiência na produção de carne, a partir dos quais, pela aplicação de modernas metodologias de análise genômica, serão identificados marcadores moleculares associados à maior eficiência alimentar. Os dados gerados no estudo serão utilizados em avaliações genéticas que serão usadas para formular indicadores tanto para avaliação fenotípica quanto para o genótipo. Os animais com melhor potencial para eficiência alimentar serão escolhidos para melhorar a base genética do rebanho do Estado de Goiás. Com isso, são esperados grandes impactos econômicos a médio e longo prazo na pecuária bovina goiana e, consequentemente, na pecuária brasileira.

Projeto: “Nucleus: a virtual joint centre to deliver enhanced Nitrogen use efficiency via in integrated soil-plant systems approach for the UK & Brazil”
Entidades envolvidas em Goiás: Embrapa Arroz e Feijão, Universidade Federal de Goiás (UFG) e Instituto Federal Goiano (IF Goiano) – Parceria promovida entre a Fapeg e o BBSRC, por meio do Fundo Newton, com diversas instituições britânicas e de outros estados
Valor previsto (contrapartida de Goiás): R$ 1.912.000,00
Relacionado a Centros Virtuais em Nitrogênio Agrícola, o projetos busca explorar maneiras de melhorar os atuais níveis de produção agrícola com menos insumos energéticos e redução de impactos ambientais. Os trabalhos serão conduzidos em casas de vegetação, laboratórios e no campo, em lavouras sob sistema de produção em plantio direto, consórcio e integração lavoura e pecuária. Serão investigados particularmente os processos de interação entre o nitrogênio, a matéria orgânica e as plantas em localidades de clima temperado e tropical. A pesquisa conta com a parceria da Universidade de Nottingham e Universidade Rothamsted (Inglaterra), Universidade de Bangor (País de Gales), Universidade de Aberdeen (Escócia), Universidade Estadual Paulista, Universidade de São Paulo, Universidade do Oeste Paulista, Instituto Agronômico de Campinas, Universidade Estadual de Ponta Grossa, Universidade Estadual do Maranhão, Universidade Federal de Goiás, Instituto Federal Goiano e Embrapa Arroz e Feijão.

Projeto: “Metabolic adaptation and nutriente acquisition of Paracoccidioides spp. During host interactions: search for targets and new therapeutic approaches”
Entidades envolvidas: Fapeg, Universidade Federal de Goiás (UFG) e University of Nottingham – Parceria promovida entre a Fapeg e o MRC, por meio do Fundo Newton
Valor previsto: R$ 380.000,00
O projeto trata de um tipo de micose sistêmica presente em toda a América Latina, geralmente de caráter crônico, e busca realizar a análise funcional das enzimas envolvidas no processo de desenvolvimento do parasita, analisando possíveis inibidores do seu ciclo. Assumindo que 10 milhões de pessoas na América Latina, especialmente no Brasil, apresentam infecção latente com Paracoccidioides spp., um surto da doença iria sobrecarregar os custos disponíveis no sistema de saúde, atualmente dependente de terapias longas e de custo elevado. Assim, uma melhor compreensão da doença poderia auxiliar no diagnóstico e no desenvolvimento de novos tratamentos, desonerando o sistema de saúde, ampliando possibilidades para a indústria farmacêutica, bem como melhorando os quadros nas populações de risco atingidas.

Projeto: “Water, Sanitation and Energy Nexus Research Initiative”
Entidades envolvidas: Instituto Federal de Goiás (IFG) e University College London – Parceria promovida entre a Fapeg e o British Council, por meio do Fundo Newton
Valor previsto: R$ 104.248,00
A chamada contempla a realização de um workshop cujo objetivo é recrutar pesquisadores do Brasil e do Reino Unido interessados em desenvolver estudos que abranjam as áreas de água, saneamento e energia renovável. A proposta é explorar opções de uso sustentável, como a produção de biogás e de energia, a partir de resíduos, entre outras técnicas, que beneficiem populações rurais e pequenas comunidades.

Projeto: “The expansion of new frontiers for renewable energy: effects, conflicts & alternatives for populations in spaces of socio-environmental vulnerability”
Entidades envolvidas: Universidade Federal de Goiás (UFG) e University of Strathclyde – Parceria promovida entre a Fapeg e o British Council, por meio do Fundo Newton
Valor previsto: R$ 105.312,00
O workshop busca trabalhar a questão da expansão das fronteiras agrícolas e seus impactos sobre as comunidades locais, de forma a entender os conflitos em relação à apropriação da terra, especialmente quanto à vulnerabilidade social e as perspectivas para o futuro dessas comunidades.

Projeto: “The potentials and challenges of research in Dance Medicine & Science: building innovation collaborations between United Kigndom and Brazil”
Entidades envolvidas: Universidade Estadual de Goiás (UEG) e University of Wolverhamton – Parceria promovida entre a Fapeg e o British Council, por meio do Fundo Newton
Valor previsto: R$ 209.024,00
O workshop se concentra em um campo específico da medicina, no qual a pesquisa se volta para os impactos da dança sobre o corpo do dançarino. Nesse sentido, aproveita das potencialidades deste setor na região para aplicar a pesquisa científica na melhoria da saúde de bailarinos, prevenindo problemas de saúde relacionados à profissão, prolongando a capacidade de atuação desses profissionais, bem como melhorando as pesquisas voltadas para a área.

Assessoria de Comunicação Social da Fapeg, com informações do Gabinete de Imprensa do Governador.

Posted in Notícias, Notícias FAPEG.