Goiás tem quatro propostas aprovadas na primeira rodada da Chamada ERC 2019

ercQuatro propostas de pesquisadores de Goiás foram aprovadas nos primeiros resultados da Chamada 2019 ERC-Confap-CNPq divulgados nesta segunda-feira, dia 30 de setembro, pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). São pesquisadores doutores vinculados a instituições de ensino superior no Estado de Goiás, sendo três da Universidade Federal de Goiás (UFG) e um do Centro Universitário de Anápolis (UniEvangélica) que vão integrar equipes de Pesquisadores Principais com projetos financiados pelo Conselho Europeu de Pesquisa (European Research Council – ERC). Os pesquisadores vão receber apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg)  e vão integrar grupos de pesquisa na fronteira do conhecimento de países como Bélgica, Espanha, Reino Unido e Suíça.

De Goiás foram selecionados os projetos de pesquisa de Edlaine Faria de Moura Villela (UFG) que contará com a parceria do pesquisador anfitrião Robert Colebunders e terão a University of Antwerp, da Bélgica, como instituição anfitriã; Luis Vicente Franco de Oliveira (UniEvangélica) juntamente com o pesquisador doutor Javier Ramon, terão o Institute for Bioengineering of Catalonia (IBEC), na Espanha como o instituto anfitrião; Marco Antonio Caçador Martins Ferreira (UFG) e  Dan Parsons, terão a University of Hull United, Reino Unido como instituição anfitriã; e Pedro Paulo Chaves de Souza (UFG) e Ralph Müller no Institute of Technology, na Suíça.

Primeira rodada 
Os primeiros resultados da  Chamada 2019 ERC-Confap-CNPq foram publicados pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) no dia 30 de setembro. No total, foram aprovadas, até o momento, 30 propostas de pesquisadores que integrarão grupos de pesquisa na fronteira do conhecimento de 11 países da União Europeia.

As propostas aprovadas até o momento serão fomentadas pelas Fundações dos Estados de Espírito Santo (Fapes), Goiás (Fapeg), Minas Gerais (Fapemig), Pará (Fapespa), Paraná (Fundação Araucária), Pernambuco (Facepe), Rio de Janeiro (Faperj), Rio Grande do Sul (Fapergs), Santa Catarina (Fapesc), São Paulo (Fapesp) e do Distrito Federal (FAPDF). As propostas da segunda rodada ainda estão sendo avaliadas pela Fapesb e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Os aprovados vão participar de grupos de pesquisa dos seguintes países: Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Holanda, Irlanda, Itália, Reino Unido, República Tcheca e Suíça.

Sobre a Chamada
A Chamada Pública foi lançada pelo Confap, no conjunto de suas Fundações, e o CNPq para pesquisadores doutores vinculados a instituições de pesquisa brasileiras integrarem equipes de Pesquisadores Principais com projetos financiados pelo Conselho Europeu de Pesquisa (European Research Council – ERC). A Chamada foi lançada por meio do Acordo (Implementing Arrangement) assinado entre a Comissão Europeia e o Confap, em 2016, e inclui o CNPq por meio do Arranjo Administrativo (Administrative Arrangement) assinado entre as instituições, em maio de 2018.

Os projetos aprovados terão início a partir deste semestre ou do próximo ano, a depender da orientação da agência de fomento que os apoiam. As visitas poderão ser realizadas em um período contínuo ou divididas em visitas curtas. As FAPs e o CNPq apoiarão os projetos aprovados viabilizando as despesas de viagem. Os pesquisadores brasileiros aprovados na chamada continuarão a receber seus salários ou bolsas de acordo com os termos e condições de suas Instituições.

Acesse aqui o resultado da primeira rodada: http://confap.org.br/pt/editais/download/112

Coordenação de Comunicação Social do Confap, com adaptações.

Posted in Notícias, Notícias FAPEG.