Fórum de Aracaju debate fomento com agências federais

Print Friendly, PDF & Email

A tarde do primeiro dia de Fórum do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), nesta quinta-feira, dia 18, foi marcada por discussões acerca das condições de financiamento em âmbito nacional. Foram registradas as participações de representantes de agências de fomento federais e do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que puderam debater com os presidentes das Fundações presentes no evento sobre investimentos e oportunidades desenvolvidas por meio de acordos entre os diferentes órgãos. A presidente do Confap, que também preside a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Maria Zaira Turchi, participou do evento.

O secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do MCTIC, Álvaro Prata, destacou a questão da inovação e dos modelos de negócios que se aproveitam da ciência. Citou como exemplos os Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) e as Incubadoras de empresas e o interesse do Ministério em melhorar a atuação da entidade nessas questões.

Também participaram deste momento os representantes da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Ricardo Rosa ; do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), professor José Ricardo de Santana; e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Tarcísio Teixeira. Todos apresentaram status de ações em andamento com as FAPs, bem como novas possibilidades de fomento.

Durante a tarde houve, ainda, a apresentação de uma palestra sobre o novo Marco Legal, a importância do terceiro setor e os desafios da pesquisa no Brasil, com Júlio Edstron Santos. O Fórum continua nesta sexta-feira, dia 19, em Aracaju, com mais discussões sobre o fomento em pesquisa científica, tecnológica e de inovação.

Coordenadoria de Comunicação Social do Confap (texto: Renan Rigo / foto: Núbia Rodrigues).

Posted in Notícias, Notícias FAPEG.