Fapeg participa de simpósio internacional sobre fungos

Print Friendly

Presidente da Fapeg, Zaira Turchi, durante evento internacional sobre fungos. Foto: Ascom Fapeg.

A presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) e do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Maria Zaira Turchi, participou nesta segunda-feira, dia 8, da abertura do International Syposium on Fungal Stress (ISFUS 2017). O objetivo do evento é buscar entender melhor como fungos se comportam sob diferentes tipos de estresse, suas implicações e consequências para a pesquisa científica. O simpósio é fomentado pela Fapeg no edital de Apoio à Realização de Eventos, além de mais entidades.

Realizado pelo Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP) da Universidade Federal de Goiás (UFG), a abertura do evento foi realizada no Centro de Aulas D e agora segue com conferências até o dia 12 de maio. Participam pesquisadores de 15 países. Zaira Turchi, que compôs a mesa de autoridades na solenidade de abertura, ressaltou a importância de eventos como este para o avanço da ciência. “Ciência se faz em rede, é preciso somar esforços e estar junto a pesquisadores do mundo”.

Segundo o organizador do evento, professor Drauzio Rangel, pesquisadores de mais de 84 países acessaram o site do Simpósio. Ele também mencionou sobre o aumento da participação de brasileiros em pesquisas. Para Zaira, a expectativa é que este interesse pela ciência aumente cada vez mais no Brasil. “Encontramos em nossos pesquisadores muita determinação e desejo”. Esta conferência está sendo realizada no Brasil, porque existe uma longa tradição de estudos sobre estresse em fungos.

Foto: Ascom Fapeg.

Interação entre pesquisadores
A conferência busca facilitar as interações entre líderes mundiais do Brasil e de outros países e entre pesquisadores, jovens estudantes e cientistas, incluindo graduandos e pós-graduados do Brasil e de outros países. Procura, ainda, estimular linhas de pesquisa em relação às questões atuais sobre o tema. De acordo com o site do ISFUS 2017, a conferência vai gerar uma oportunidade única: pelo menos 35 artigos originais ou de revisão em um número especial na revista Fungal Biology escrito pelos oradores e os alunos que participam da reunião. Mais informações no site do simpósio.

Assessoria de Comunicação Social da Fapeg.

Posted in Notícias, Notícias FAPEG.