Em visita ao Câmpus Inhumas, presidente da Fapeg incentiva a participação de servidores em editais e projetos

Robson visita IFG

Presidente da Fapeg, Robson Vieira, conversa com servidores. Foto: IFG

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Robson Domingos Vieira, visitou na última quarta-feira, dia 3 de julho, o Câmpus Inhumas do Instituto Federal de Goiás. Ele foi recebido pelo diretor-geral do câmpus, professor Luciano dos Santos, e participou de reuniões com os grupos de pesquisa e com os servidores em geral, conheceu laboratórios e acompanhou experimentos realizados por alunos.

Representantes dos cinco núcleos de pesquisa do Câmpus Inhumas – Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares (Nepeinter); Núcleo de Estudos e Pesquisa Interação Alimentos e Plantas (Nepiap); Núcleo de Estudos e Pesquisas em Tecnologia da Informação (Neti); Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ensino de Ciências – (Nepec) e Grupo de Pesquisas e Estudos em Leitura (GPEL) – e também do Núcleo de Estudos Aplicados a Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos (NumbERS), que está em fase final de implantação, apresentaram informações sobre os trabalhos desenvolvidos para o presidente da Fapeg.

Qualidade

Durante conversa com os servidores, Robson agradeceu o convite da visita e destacou que a Fundação está focada em projetos enxutos e de qualidade. “A Fapeg agora vai trabalhar com projetos. Vamos criar editais para atender demandas específicas, mas o restante será sempre por meio de projetos. Criamos três categorias de projetos que podem ser submetidos: os institucionais, os estratégicos e os universais. Deixo aqui o convite para que vocês submetam projetos à Fapeg. Vamos sempre priorizar a qualidade e o impacto dos projetos para a sociedade”, explicou o presidente da Fundação.

Aproximação

Robson assiste a apresentações dos alunos

Robson e o professor Luciano acompanham apresentação dos alunos. Foto: IFG

Para o diretor-geral do Câmpus Inhumas, a visita foi extremamente positiva e fundamental para promover a aproximação dos docentes e seus orientandos de iniciação científica com a Fapeg. “Neste momento em que a Rede Federal está passando por cortes e contingenciamentos, é de suma importância buscar parceiros que possam contribuir para a continuidade não só do nosso ensino de qualidade, mas também de nossas ações de pesquisa e atividades científicas, e vemos a Fapeg como uma potencial parceira”, afirmou o diretor.

O professor Luciano ainda ressaltou que as instalações da unidade e o trabalho desenvolvido no Câmpus foram elogiados pelo presidente da Fundação. “Avaliamos as reuniões como bastante proveitosas. O anúncio feito de que devem ser abertas bolsas para pesquisa no ensino médio no próximo ano e também o convite para que nossos pesquisadores apresentem projetos, que podem resultar em fomentos para insumos, bolsas de pesquisa e patrocínio de eventos, despertaram o interesse da comunidade acadêmica.”

Fonte: Comunicação Social/ IFG Câmpus Inhumas.

Posted in Notícias, Notícias FAPEG.