Aberto edital para pesquisa e inovação no gerenciamento de recursos hídricos

O Governo de Goiás, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), está participando da Chamada Aquatic Pollutants Joint Transnational (2020) lançada no âmbito do acordo de cooperação firmado entre o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e União Europeia através das Joint Programming Initiatives (JPIs): Water, Oceans e Antimicrobial. A contratação dos projetos deverá ter início em dezembro de 2020 a março de 2021.  O objetivo é apoiar projetos colaborativos e transnacionais de pesquisa e inovação, que abordem questões relacionadas aos desafios da água a serem enfrentados pela sociedade visando o gerenciamento de recursos hídricos.

Os projetos serão financiados por até 36 meses, e o orçamento máximo a ser solicitado por proposta é de 1,5 milhão de euros. Participam desta chamada, 32 organizações de financiamento de 26 países, além de 13 Fundações Estaduais de Fomento brasileiras, com um montante total de financiamento de 25 milhões de euros. A Fapeg financiará itens de custeio, incluindo passagens, diárias, material de consumo para desenvolvimento do projeto, serviços de terceiros e bolsas até o limite de R$ 275 mil. (Veja as diretrizes da Fapeg).

O objetivo é apoiar projetos e pesquisa e inovação que estabeleçam abordagens integradas e intersetoriais para gerenciamento de riscos, combinando as áreas de pesquisa de poluentes emergentes (CEC’s), patógenos e resistência antimicrobiana sob o tópico geral “da fonte à boca”; projetos que analisem a disseminação de poluentes e patógenos emergentes relacionados à resistência antimicrobiana de diferentes fontes (por exemplo, áreas urbanas), que levam a impactos e riscos no ecossistema aquático, meio ambiente e saúde humana; e ainda, que descrevam a transformação desses poluentes e patógenos emergentes e seus efeitos ao entrar nos diferentes sistemas aquáticos e seu acumular na cadeia alimentar.

É ainda objetivo da chamada apoiar projetos com propostas de melhorar estratégias e desenvolver/avaliar tecnologias (inclusive tecnologias digitais) para reduzir poluentes e patógenos emergentes nas fontes, em suas vias e no fim de linha; e por fim que desenvolvam/integrem metodologias e ferramentas inovadoras, a fim de permitir que os órgãos reguladores desenvolvam políticas mais eficazes e regulamentações eficientes.

Elegibilidade

Em Goiás, a chamada visa a apoiar projetos de pesquisa e inovação de pesquisadores doutores vinculados a Instituições de Ensino Superior, públicas ou privadas (sem fins lucrativos), Instituições Científicas e Instituições Tecnológicas e de Inovação, com sede no estado do Estado. A produção científica dos candidatos será avaliada por currículo (Súmula Curricular). Cada proposta relacionada à Fapeg deve incluir um pesquisador responsável do Estado de Goiás e pelo menos dois pesquisadores proponentes estrangeiros de países diferentes dentre aqueles participantes da chamada transnacional. As propostas submetidas devem ser em língua inglesa.

As pré-propostas devem ser encaminhadas até o dia 18 de maio de 2020 exclusivamente pelo pesquisador coordenador do consórcio através de plataforma on-line conforme condições da chamada internacional. Apenas os grupos que forem habilitados nesta etapa serão convidados a participar da etapa seguinte de Propostas Completas.

Para acessar todos os comunicados da chamada, acesse AQUI.

Prazo para submissão de pré-propostas: 18 de maio de 2020

Convite para apresentação de propostas completas: junho 2020

Prazo final para submissão de propostas completas: 14 de agosto de 2020

Anúncio do resultado: outubro de 2020

Início dos projetos: dezembro de 2020 a março de 2021

Término dos projetos: 30 de junho de 2024

Elegibilidade: pesquisadores doutores vinculados a Instituições de Ensino Superior, Instituições Científicas e Instituições Tecnológicas e de Inovação de Goiás.

Posted in Notícias, Notícias FAPEG.